Blog

Cálculo Simples Nacional para varejistas: passos simples

Como é Feito O Cálculo Simples Nacional Para Varejistas - ConsultCont

Como fazer o cálculo do Simples Nacional para varejistas

Tabelas, faixas de faturamento e anexos atualizados para 2023 – tudo que você precisa para o cálculo Simples Nacional 

Entender o cálculo Simples Nacional é uma das preocupações, tanto de empresários que já estão no regime, quanto quem deseja saber se essa é realmente uma boa opção.

Pensando nisso, explicaremos como é feito o cálculo Simples Nacional para varejistas.

Confira abaixo e entenda tudo!

Ainda não sabe se pode usar o Simples? Descubra no artigo que listamos abaixo: 

Como é feito o cálculo Simples Nacional para varejistas?

Antes de falar do cálculo, precisamos saber mais sobre o regime.

O que é o Simples Nacional?

Esse é um regime tributário que unifica o pagamento de oito impostos.

Ele apenas pode ser utilizado por empresas de pequeno porte e que não ultrapassem o faturamento de R$4,8 milhões anualmente.

Além disso, a empresa deve escolher uma atividade econômica que seja compatível com o regime e não se enquadrar em nenhuma das vedações previstas na legislação. 

Para o recolhimento desses impostos, o cálculo é feito com base em anexos e alíquotas progressistas.

Quais são os impostos do Simples Nacional?

Os tributos unificados na DAS – Documento de Arrecadação Do Simples Nacional são:

  • IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica)
  • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido)
  • PIS/PASEP (Programa de Integração Social e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público)
  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social)
  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados)
  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços)
  • ISS (Imposto sobre Serviços)
  • CPP (Contribuição Patronal Previdenciária)

Quer maneiras de reduzir seus impostos? Veja a seguir:

Como calcular o Simples Nacional para varejistas?

O cálculo Simples Nacional para varejistas é feito com base na receita bruta acumulada nos últimos 12 meses e na alíquota correspondente ao Anexo da atividade.

Dividido em 5 Anexos, o regime utiliza o 1º para a apuração dos impostos no varejo.

O Anexo I da tabela do Simples Nacional, é uma tabela que mostra as alíquotas de impostos aplicadas às empresas de comércio, ou seja, aquelas que vendem produtos ao consumidor final. 

Para o cálculo correto, é preciso considerar que o Anexo I tem seis faixas de faturamento, que vão de R$ 0 a R$ 4,8 milhões, e alíquotas, que vão de 4% a 19%. 

Cada alíquota tem uma parcela a deduzir, que serve para reduzir o valor do imposto. 

Como funciona a faixa de faturamento?

As faixas de faturamento do Simples Nacional são um critério que define a alíquota que será utilizado para tributar uma empresa segundo o Anexo.

Elas têm como base o faturamento: soma das receitas brutas obtidas pela empresa em um período de 12 meses.

Observe a tabela:

Faixa de faturamento Alíquota do Anexo I Alíquota do Anexo II Alíquota do Anexo III Alíquota do Anexo IV Alíquota do Anexo V
De R$ 0 a R$ 180 mil 4% 4% 6% 4,5% 15,5%
De R$ 180 mil a R$ 360 mil 7,3%  7,3% 11,2%  9%  18%
De R$ 360 mil a R$ 720 mil 9,5%  9,5%  13,5%  10,2% 19,5%
De R$ 720 mil a R$ 1,8 milhão 10,7% 10,7%  16% 14% 20,5% 
De R$ 1,8 milhão a R$ 3,6 milhões 14,3%  14,3% 21% 22% 23%
De R$3,6 milhões a R4,8 milhões 19% 19% 33% 33% 30,5%

Tabela Anexo I

O comércio em geral é representando por:

Receita total nos 12 meses Alíquota correspondente Valor a ser recolhido
Até R$ 180.000,0 4% 0
De R$ 180.000,01 a R$ 360.000,00 7,3% R$ 5.940,00
De R$ 360.000,01 a R$ 720.000,00 9,5% R$ 13.860,00
De R$ 720.000,01 a R$ 1.800.000,00 10,7% R$ 22.500,00
De R$ 1.800.000,01 a R$ 3.600.000,00 14,3% R$ 87.300,00
De R$ 3.600.000,01 a R$ 4.800.000,00 19% R$ 378.000,00

Para fazer o cálculo Simples Nacional siga os passos:

  1. Calcule receita bruta total da empresa dos últimos 12 meses;
  2. Localizar na tabela do Anexo I a faixa de faturamento e a alíquota correspondente;
  3. Aplicar a alíquota sobre a receita bruta e subtrair a parcela a deduzir;
  4. Dividir o resultado pela receita bruta e multiplicar por 100 para obter a alíquota efetiva;
  5. Aplicar a alíquota efetiva sobre a receita bruta do mês atual para obter o valor do Simples Nacional a ser pago.

Conte com a Consultcont para a gestão e cálculo correto do Simples Nacional

Aqui na Consultcont possuímos todo o conhecimento exigido no cálculo Simples Nacional para uma apuração correta de seus impostos.

Somos uma empresa especializada em contabilidade online para micro e pequenas empresas e para varejistas.

Por isso, não perca tempo e conte com o nosso apoio no cálculo Simples Nacional.

PRESSIONE AQUI PARA TER PRECISÃO NO CÁLCULO DE SEUS IMPOSTOS!

5/5 - (2 votes)
Summary
Cálculo Simples Nacional para varejistas: passos simples
Article Name
Cálculo Simples Nacional para varejistas: passos simples
Description
Conheça tudo o que precisa para o cálculo Simples Nacional para varejistas e tenha sucesso na apuração de seus impostos
Author

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Veja Como Funciona O Parcelamento Do Simples Nacional! (2) - ConsultCont

Parcelamento Simples Nacional: como fazer?

Parcelamento Simples Nacional: como fazer? Conheça todos os procedimentos necessários para parcelar suas dívidas junto ao Fisco. Realize o parcelamento do Simples Nacional sem maiores

Recomendado só para você
Veja os benefícios de uma contabilidade em sua confecção de…
Cresta Posts Box by CP

Espere! Não vá embora antes de pegar o seu presente!

Preencha nosso formulário e adquira agora o seu guia completo e gratuito sobre o regime tributário do Lucro Real!
Ebook Lucro Real - ConsultCont